4ª Etapa - 08/10/2017 - Interlagos

Está afunilando...

Chegamos a 4ª etapa do 15º campeonato da CDK e como sempre, a segunda metade da temporada é sempre mais emocionante que a primeira. Embolam-se equipes, pilotos, outros que não estavam na disputa se acham com alguns bons resultados e assim vamos apimentando tudo pra chegar em dezembro e fazer uma corrida que tire o fôlego de quem participa. Dessa vez não foi diferente, algumas equipes que não estavam na briga pelo título se ajeitaram, acertaram os ponteiros e agora dá outro ânimo para poder buscar o caneco.

Acelera CDK !!!

AS CORRIDAS

GRADUADOS - G2

Será que já temos um campeão no G2? Se ainda não temos, o título já está muito bem encaminhado, e o possível campeão está a um passo de voltar ao G1. E que temporada vem fazendo esse possível campeão, hein? Das 4 corridas até agora, o cara ganhou duas e nas outras duas ele chegou em segundo. Foi tachado de Vasco da Gama, não recebeu muito bem o apelido e deu a resposta na pista. Caio Tonin é o nome da fera! Ele está impossível nesse G2 de meu Deus. O cara só não faz chover. Dessa vez largou em 15º e sem muito esforço engoliu todos os seus oponentes, ficando até com a melhor volta, o que o dá 2 pontos a mais. Chegou a quase VINTE SEGUNDOS do segundo colocado Danylo, que após largar em 13º, fez uma corrida muito boa, sem muitos sustos. Em terceiro veio o Paulo Daniel, que largou em 11º. Completaram o pódio Ratão em 4º, Leandro em 5º e Douglas em 6º.

LIGHT - G3

O G3, como digo na maioria das vezes, é cheio de surpresas, mas sempre as boas. Dessa vez, a “surpresa” da etapa ficou por conta da dobradinha do G1. Primeiro e segundo colocados entraram na pista dispostos a mostrar que experiência conta sim como um dos fatores decisivos numa prova. O reserva Martin, um dos mais antigos pilotos da CDK, pai do seu “parceiro” Lipe, largou em 14º e não deu chance para o azar. Logo assumiu a ponta da corrida, de onde não sairia mais. Greg, outro piloto do G1, a diferença é que no G3 ele tem a sua própria equipe, chegou em 2º. Em terceiro, de novo, em sua segunda corrida do dia, veio o Paulo Daniel, que está quase com o espírito Vasco da Gama do Tonin (se é que esse apelido ajuda - por que foi só chamar o Caio assim que ele voltou a vencer - em toda corrida que eu fizer resenha, vou me auto apelidar de Vascão, quem sabe eu não leve ao menos uma medalha). Completaram o pódio Paulo Rogério em 4º, Thiago Theodoro em 5º e Dr. Bork em 6º.

SUPER GRADUADOS - G1

Não é só o G3 que é feito de gratas surpresas... Depois de um “longo” tempo voltamos a ter o amigão de todos em primeiro lugar. Corrida bem administrada, largou em 1º e terminou na mesma posição. O presida voltou a vencer! Espero que a nhaca, o azar da Bassi Racing esteja finalmente sepultada(o). Em 2º veio a pedra no sapato de todo mundo, Ivanzinho. Esse cara está brigando com o segundo lugar nessa temporada, mas não te chamarei de Vasco da Gama, Ivan, fica tranquilo! Brincadeiras a parte, ele até tentou, mas o presida não deu chance para erros ou surpresas. Toda volta que ele acertava, o presidente batia. Estava difícil. Em terceiro veio o Pica Pau, quase que botando uma água no chope do Ivan. Chegou apenas 0.2s atrás do segundo colocado. Completaram o pódio o experientíssimo corredor de Interlagos, Flavio Pessoa em 4º, Cazuza em 5º e Artur em 6º.

A próxima etapa acontece somente no dia 12/11 em pista jamais pisada pela CDK. É Valinhos, no Itália Kart.

Com o campeonato chegando ao fim, você aposta em quem? Você não vai perder, vai ??? Acelera !!!

Texto por: Guilherme Pereira Bassi