3ª Etapa - 12 Março 2017 - Granja Viana

Secos e molhados...

Finalmente corrida com pista seca! Depois das duas primeiras etapas serem disputadas em baixo de chuva, São Pedro deu trégua e podemos experimentar o novo asfalto da nossa boa e velha amiga querida Granja Viana! Depois de alguns meses fechada pra reforma tanto na pista, quanto nas instalações em geral, o KGV reabriu com uma pista de respeito. Algumas mudanças no traçado, mas o asfalto estava um tapete. Coisa linda de se ver!!

Acelera CDK !!!

AS CORRIDAS

LIGHT - G3@

Só tem dois grupos que não sabem o que é andar com pista molhada nesse campeonato, um deles é esse. Novamente com muitas ausências, o primeiro grupo foi estrear a pista pela CDK.

A disputa pelo primeiro lugar foi intensa, até a bandeirada, e com uma distância de apenas 0,7s Eduardo Alberto, que largou na 6ª posição ficou com o lugar mais alto do pódio. Danylo, que estava de reserva, veio logo atrás cafungando no cangote de Eduardo.

Largando 12º, fez uma corrida de tirar o chapéu e só não deu mais trabalho para o primeiro colocado, por que foi atrapalhado nas duas últimas voltas pelo convidado Dagmar. 2º lugar pra ele. Na 3ª posição veio o Charlão, o outro reserva, esse da WALMAX, que depois de largar em 13º, faturou algumas posições na largada, fazendo uma corrida bem tranquila e sem correr perigo. Aliás, ele vem conseguindo bons resultados para a equipe corrida pós corrida. Fechando o pódio tivemos Bruno Kuwada em 4º, Leandro Luiz em 5º e Ricardo de Andrade em 6º.

GRADUADOS - G2

Esse é o outro grupo em que os bonitões saem secos, nessa etapa não foi diferente. Saíram secos outra vez! Quando se trata de presença, vemos um grupo batendo de frente com o G1. Talvez no geral, aqui temos menos faltas do que lá: 21 pilotos presentes..

Giovani e Pica-Pau, que corrida foi essa, meus filhos? Assim como na primeira corrida, aqui tivemos uma bela disputa até a bandeirada, mas a distância foi menor: 0,3s. Ausente na última corrida e largando em 19º, Giovani desbancou todos à sua frente, inclusive seu parceiro Cayto, e com uma corrida espetacular, levou o 1º lugar. Primeira vitória em sua primeira temporada na CDK. Pica-Pau, que largou em 1º e só foi ultrapassado por Giovani deu muito trabalho para o vencedor. O peso-pena da Confraria até que tentou - e como -, mas não conseguiu evitar com que o estreante vencesse a prova. 2º lugar pra ele. Não muito longe dos dois veio Edgar Rossi, com uma distância de apenas 3s, largou em 6º e chegou em 3º. Completaram o pódio Daniel Borges em 4º, Douglas Esteves em 5º e Rogério em 6º.

LIGHT - G3#

Nas últimas corridas, a chuva chegou no meio da prova, mas dessa vez ninguém precisou de cautela com pista molhada. A bendita não apareceu e, pela primeira vez, saíram secos da pista.

Um pouco mais tranquilo que nas outras corridas, mas nem tanto, o vencedor, Felipe Garibaldi, colocou seu kart na frente do pelotão em poucas voltas. Largando em 9º, ele foi passando um por um até liderar a prova. Rápido, mas não o suficiente pra ultrapassar Felipe, Danilo veio logo atrás, apenas 1,3s, do primeiro, mas pouco o assustou. Quem não tem do que se queixar é Guilherme Romano, que largando em 13º, não tomou conhecimento de quem estava a sua frente e chegou em 3º lugar. Completara o pódio Paulo Daniel em 4º, José Jurandir em 5º e Hélio Matias em 6º.

SUPER GRADUADOS - G1

Finalmente uma corrida no seco, e agora com parolim, que é pra ser mais legal. Isso tudo pensado antes, é tudo lindo e maravilhoso, se o sol escaldante não resolvesse aparecer bem na hora da corrida. Com uma tocada mais agressiva pela maior potência dos karts, a corrida foi desgastante pra mais de 50% do grupo. Resek que o diga, que após o final da corrida, entrou nos boxes prestes a apertar a mão de Jesus e só não o fez por que vaso ruim não quebra - brincadeira, amigão! Hahahaha

A “surpresa” do dia ficou por conta do ET Elvys. Entre aspas sim, por que já é a terceira prova e a terceira vitória nessa temporada. Não tem o que falar desse cara, ele é fora de sério. A partir desse campeonato consideramos vitória pra quem chegar em segundo também - brincadeira, confrades. O ET largou em 16º e em questão de TRÊS voltas estava em primeiro. Realmente não tem o que falar.

Quem resolveu dar o ar da graça nessa temporada foi o Flávio, que depois de duas ausências apareceu, e como apareceu. Largou em 17º e não quis saber de brincadeira, passou todo mundo, menos o ET, e chegou em 2º. Ou podemos dizer em 1º? Logo atrás do Flávio veio o Nirso, que manteve a casinha fechada, largou em 3º e em 3º chegou. Completaram o pódio Marcatto em 4º, Gui Zapella em 5º e Cazuza em 6º.

A próxima corrida é em Interlagos, novamente, no dia 9 de abril. Começa a segunda metade do campeonato e quem ainda tiver motor tem que acelerar!!

Você não vai perder, vai ???

Acelera !!!

Texto por: Guilherme Pereira Bassi