1ª Etapa - 22 Janeiro 2017 - Aldeia da Serra

Campeonato novo, Grupo novo, Amigos novos.

Que bom que conseguimos nos reunir mensalmente para celebrar a nossa paixão pelo kartismo, num ambiente de competitividade sadia, mas com rivalidade na conta certa para dar graça na brincadeira e de quebra rever os amigos que cultivamos ao longo dos 13 campeonatos já realizados. Uns mais antigos que os outros, mas nem por isso menos importantes.

Cada vez mais os amigos dos nossos amigos vêm participar da CDK e por isso nesta temporada teremos mais um grupo de pilotos. Alguns estão retornando depois de um tempo fora trazendo de volta a alegria do reencontro e o prazer da companhia.

Nossos votos de boas-vindas para quem está vindo e bom retorno para que esta voltando.

Acelera CDK !!!

Retornando para a ALDEIA DA SERRA depois de muito tempo longe daquela que é uma das melhores pistas da região, mas que tem problemas crônicos tanto com a manutenção dos karts quanto com a cronometragem, fiscalização, etc. A equipe organizadora da Confraria do Kart tinha a informação de que esses problemas estavam superados e deram um voto de confiança ao kartódromo. Será que valeu a pena ?!

AS CORRIDAS

LIGHT - G3@

É neste grupo que estão inseridos os pilotos mais antigos do Campeonato na categoria Light e por isso esperávamos pista cheia na 1ª corrida do ano. Mas que nada. Alguns estavam viajando e outros que estavam com medo da chuva esvaziaram a bateria. Sorte dos 12 heróis que largaram na frente na disputa pelo acesso ao G2.

Mas, e a chuva ?? Não apareceu. Pista seca para a tomada de tempo e durante a corrida até lembramos que o sol existia.Grid formado, luz vermelha apagada e começa o 14º Campeonato da Confraria do Kart. Eduardo Santos não quis dar o mesmo mole do campeonato passado e pulou na frente e com voltas rápidas e constantes se manteve na liderança até cruzar a linha de chagada e faturar a vitória.

Em seguida na segunda posição o piloto solitário Dr. Bork. Ele tem feitos corridas memoráveis, mas que não tem contado com o apoio do parceiro, ausente em algumas corridas. Não fosse isso já teriam sido promovidos ao G2. Acelera parceiro !!!Na terceira colocação Leandro Costa que estreou no campeonato e como cartão de visitas marcou a melhor volta da corrida e chegou a apenas 4 segundos do líder.Thiago Lobo em 4º, Waldemar Santos em 5º e Leandro Souza em 6º completaram o pódio.

GRADUADOS - G2

Se na corrida anterior muitos pilotos não vieram, neste grupo o que não falta é aspirante a fominha. Pista cheia com 22 pilotos acelerando em busca da pole position e nada da chuva aparecer. A disputa já mostrava o que seria essa corrida que no final teve 4 pilotos brigando pela vitória. E quem faturou foi o Rogério Carrion. Piloto experiente da cidade de Bauru, largou na pole chegou a perder a ponta, mas não desistiu da batalha. Brigou, insistiu e apertou até recuperar a liderança para não mais perde-la. Vitória em sua 1ª corrida na Aldeia. Aqui o Rogério é 100%.

Na 2ª colocação apareceu o Daniel Schatz que fez uma corrida muito inteligente e aproveitou as oportunidades que teve para conquistar as posições a sua frente e cruzando a linha de chegada a apenas 0,135 milésimos de segundo do líder. Se tivesse mais uma volta ...Na 3º posição e a apenas 0,201 milésimos de segundo do líder, Cayto Grotkowsky já começa a preocupar a galera do G1.

Se podemos esperar alguma coisa do Cayto além de velocidade é a regularidade. Geralmente presente nos pódios, começa o campeonato mantendo a rotina. Com a melhor volta da corrida e medalha no peito já está focado no acesso à tropa de elite da CDK.Com o Aloísio Siqueira (Ratão) em 4º, João Paulo em 5º e Thiago Pessoa em 6º lugares, o pódio ficou completo.

LIGHT - G3#

Este grupo é composto apenas por pilotos estreantes na CDK. Entre outras curiosidades o nem de algumas equipes chama muito a nossa atenção. Agora quando o nome da equipe traduz a atitude dos seus pilotos na pista aí então é para ficar de olhos bem abertos.

A FURIA MOGIANA fez jus ao nome e estreou no campeonato logo com uma dobradinha. Essa dupla de médicos não tomou conhecimento dos outros pilotos na pista principalmente quando a chuva começou a cair. O Paulo Daniel faturou a corrida com mais de 15 segundos de vantagem para o 2º colocado e companheiro de equipe Sérgio Rocha que também abriu vantagem para quem vinha atrás.

Na 3º posição apareceu o Felipe Garibaldi que a essas alturas parecia estar pilotando um jet ski de tanta água que se acumulava na pista.Caio Tonin em 4º, Valdeir Zanette em 5º e Gabriel Lobão em 6º fecharam o pódio.

SUPER GRADUADOS - G1

Neste grupo o que não existe são ausências. Se por algum motivo isso tiver que acontecer o piloto reserva entra em ação. O que não pode é deixar de marcar pontos para a equipe. Se der esse mole a equipe corre o risco de cair. Mas que estava caindo mesmo era a chuva. Com muita água na pista São Pedro colocou à prova o sistema de drenagem do kartódromo, que nessas alturas apresentava muitas e grandes poças d’água. Muitos karts morreram afogados nessas verdadeiras lagoas.

Foi nesse cenário que o Elvys Janusz mostrou que chuva é com ele mesmo. Marcou a pole com certa folga, ganhou a corrida de ponta a ponta e marcou a melhor volta da prova sendo 1,684 segundos mais rápido que o 2º colocado na melhor passagem dos dois pilotos. Foi um show aquático.Na 2ª posição o Ivan Guerra bem que tentou mas se por um lado não dava para chegar no líder, o 3º colocado também não incomodou. Ficou numa posição confortável até o final da corrida. Se bem que na chuva nunca é confortável.

Na terceira posição o recém promovido Luciano Bido. Mostrou habilidade e regularidade e também abriu vantagem para seus perseguidores tendo que manter a atenção apenas na sua tocada.Com Léo Zapella em 4º, Nardo em 5º e Luiz Martin em 6º o pódio ficou completo.

A sorte está lançada e o Campeonato está apenas começando. Ainda tem muita coisa para acontecer só esperamos que sem chuva.

Dia 12 de Fevereiro o bicho pega lá em Interlagos.

Você não vai perder, vai ???

Acelera !!!